Connect with us

Sports

Who are the early favorites to win the NFL rushing title?

Et harum quidem rerum facilis est et expedita distinctio. Nam libero tempore, cum soluta nobis est eligendi optio.

Published

on

Photo: Shutterstock

Nemo enim ipsam voluptatem quia voluptas sit aspernatur aut odit aut fugit, sed quia consequuntur magni dolores eos qui ratione voluptatem sequi nesciunt.

Et harum quidem rerum facilis est et expedita distinctio. Nam libero tempore, cum soluta nobis est eligendi optio cumque nihil impedit quo minus id quod maxime placeat facere possimus, omnis voluptas assumenda est, omnis dolor repellendus.

Nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa qui officia deserunt mollit anim id est laborum.

Sed ut perspiciatis unde omnis iste natus error sit voluptatem accusantium doloremque laudantium, totam rem aperiam, eaque ipsa quae ab illo inventore veritatis et quasi architecto beatae vitae dicta sunt explicabo.

Neque porro quisquam est, qui dolorem ipsum quia dolor sit amet, consectetur, adipisci velit, sed quia non numquam eius modi tempora incidunt ut labore et dolore magnam aliquam quaerat voluptatem. Ut enim ad minima veniam, quis nostrum exercitationem ullam corporis suscipit laboriosam, nisi ut aliquid ex ea commodi consequatur.

At vero eos et accusamus et iusto odio dignissimos ducimus qui blanditiis praesentium voluptatum deleniti atque corrupti quos dolores et quas molestias excepturi sint occaecati cupiditate non provident, similique sunt in culpa qui officia deserunt mollitia animi, id est laborum et dolorum fuga.

“Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat”

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem eum fugiat quo voluptas nulla pariatur.

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet ut et voluptates repudiandae sint et molestiae non recusandae. Itaque earum rerum hic tenetur a sapiente delectus, ut aut reiciendis voluptatibus maiores alias consequatur aut perferendis doloribus asperiores repellat.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esporte

Bia Haddad estreará contra tenista do quali em Roland Garros

Única representante do Brasil nas chaves de simples de Roland Garros, a tenista Beatriz Haddad Maia vai estrear no Grand Slam francês contra uma adversária que sairá do qualifying, de acordo com sorteio realizado nesta quinta-feira. No masculina, a chave direcionou um possível confronto entre o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic nas quartas de final em Paris.A definição dos tenistas do quali deve acontecer entre sexta e sábado, quando Bia enfim saberá quem será sua primeira adversária na chave do torneio. Se confirmar o favoritismo na estreia, a brasileira pode encarar a espanhola Garbiñe Muguruza, ex-número 1 do mundo, na segunda rodada.
Foi justamente sobre a tenista da Espanha que Bia obteve seu melhor resultado em outro Grand Slam. Em Wimbledon, em 2019, ela venceu Muguruza na rodada de abertura. Uma nova vitória poderia colocar a brasileira na rota de um duelo com a americana CoCo Gauff, 18ª cabeça de chave, na terceira rodada.
Entre as favoritas, a polonesa Iga Swi..

Published

on

Única representante do Brasil nas chaves de simples de Roland Garros, a tenista Beatriz Haddad Maia vai estrear no Grand Slam francês contra uma adversária que sairá do qualifying, de acordo com sorteio realizado nesta quinta-feira. No masculina, a chave direcionou um possível confronto entre o espanhol Rafael Nadal e o sérvio Novak Djokovic nas quartas de final em Paris.

A definição dos tenistas do quali deve acontecer entre sexta e sábado, quando Bia enfim saberá quem será sua primeira adversária na chave do torneio. Se confirmar o favoritismo na estreia, a brasileira pode encarar a espanhola Garbiñe Muguruza, ex-número 1 do mundo, na segunda rodada.

Foi justamente sobre a tenista da Espanha que Bia obteve seu melhor resultado em outro Grand Slam. Em Wimbledon, em 2019, ela venceu Muguruza na rodada de abertura. Uma nova vitória poderia colocar a brasileira na rota de um duelo com a americana CoCo Gauff, 18ª cabeça de chave, na terceira rodada.

Entre as favoritas, a polonesa Iga Swiatek também estreará contra uma rival do quali. A número 1 do mundo, embalada por 28 vitórias consecutivas no circuito, poderá cruzar com a romena Simona Halep, ex-líder do ranking e campeã de Roland Garros. E seu quadrante tem ainda a belarussa Aryna Sabalenka, a checa Karolina Pliskova e a espanhola Paula Badosa.

Na outra ponta da chave, a checa Barbora Krejcikova encara na rodada de abertura a local Diane Parry. Número dois do mundo e atual campeã de Roland Garros, ela está no mesmo quadrante de Bia, com chances de cruzar com a experiente belarussa Victoria Azarenka, a estoniana Anett Kontaveit e a própria Muguruza.

MASCULINO

Candidato ao título, Djokovic vai estrear contra o japonês Yoshihito Nishioka, enquanto Nadal terá pela frente o australiano Jordan Thompson. O dono de 13 títulos de Roland Garros poderá encarar o sérvio nas quartas de final. Os dois favoritos poderão cruzar com o espanhol Carlos Alcaraz, sensação da temporada, na semifinal.

A outra metade da chave tem como favoritos o grego Stefanos Tsitsipas, o norueguês Cásper Ruud e o russo Daniil Medvedev, atual número dois do mundo, mas que voltou ao circuito nesta semana, após se recuperar de lesão. Medvedev correrá por fora na disputa do título.

Continue Reading

Esporte

Rebeca Andrade consegue nota e avança à final do Troféu Brasil de ginástica

Rebeca Andrade confirmou o favoritismo nesta quinta-feira e avançou à final das barras assimétricas do Troféu Brasil de Ginástica, em Porto Alegre, após conseguir a melhor nota do dia nas eliminatórias. A medalhista olímpica somou 14.667 na avaliação dos juízes e vai em busca de medalha no sábado, quando será disputada a decisão. Jade Barbosa (12.933) e Josiany da Silva (11.700) passaram em segundo e terceiro, respectivamente. Rebeca está participando de apenas duas provas na competição nacional. Além das barras, está inscrita na trave, prova na qual as classificatórias estão marcadas para sexta-feira. Os dois aparelhos não estão entre as conquistas da paulista nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde foi ouro no salto e prata no individual geral.
No Troféu Brasil, ela não competiu no salto para se poupar para outros campeonatos. O caso é o mesmo do solo, prova em que foi quinta colocada na Olimpíada. Já o individual geral não faz parte do quadro do torneio brasileiro, dedicado apenas às d..

Published

on

Rebeca Andrade confirmou o favoritismo nesta quinta-feira e avançou à final das barras assimétricas do Troféu Brasil de Ginástica, em Porto Alegre, após conseguir a melhor nota do dia nas eliminatórias. A medalhista olímpica somou 14.667 na avaliação dos juízes e vai em busca de medalha no sábado, quando será disputada a decisão. Jade Barbosa (12.933) e Josiany da Silva (11.700) passaram em segundo e terceiro, respectivamente.

Rebeca está participando de apenas duas provas na competição nacional. Além das barras, está inscrita na trave, prova na qual as classificatórias estão marcadas para sexta-feira. Os dois aparelhos não estão entre as conquistas da paulista nos Jogos Olímpicos de Tóquio, onde foi ouro no salto e prata no individual geral.

No Troféu Brasil, ela não competiu no salto para se poupar para outros campeonatos. O caso é o mesmo do solo, prova em que foi quinta colocada na Olimpíada. Já o individual geral não faz parte do quadro do torneio brasileiro, dedicado apenas às disputas por aparelhos.

De qualquer forma, a ginasta costuma ter bom desempenhos nas diferentes subdivisões do esporte. Não à toa, foi vice-campeã das barras assimétricas no ano passado, durante a disputa do Mundial de Ginástica Artística no Japão, depois dos Jogos Olímpicos. Na mesma competição, ficou com o ouro no salto, assim como na Olimpíada.

OUTROS PARTICIPANTES

Em outra disputa desta manhã, João Vieira foi o melhor da classificatória masculina, com nota 13.850, seguido por Caio Souza (13.650) e Gabriel Barbosa (13.600). A prova também teve a participação de Diogo Soares, finalista do individual geral em Tóquio, que passou em quinto. Arthur Zanetti foi outro a competir no solo, avançando à final com o oitavo lugar. Preocupado em poupar o ombro, ele ficou de fora da disputa das argolas, na qual a melhor nota foi de Caio Souza.

Já Arthur Nory, medalhista de bronze no solo no Rio, em 2016, e campeão mundial da barra fixa em 2019, ficou em sexto na classificatória do cavalo com alças, que teve um empate entre Paulo Castilho e Felipe Machado, ambos com 13.300 no primeiro lugar.

Continue Reading
Advertisement

Tendência

Copyright © 2022 - BILLNETWORK - Humberg Trajano - Programer