Como o Brasil se compara a outros países em mortes por Covid, casos confirmados e vacinas aplicadas

Advertisements


País tem 2,7% da população mundial, aplicou 3,8% de todas as doses de vacinas contra a Covid do planeta e tem 9,1% de todos os casos confirmados, além de 12,4% de todas as vítimas. Manifestantes protestam em frente ao Palácio do Planalto, em Brasília, no dia em que o Brasil superou a marca de 600 mil pessoas mortas pelo novo coronavírus (Covid-19), em 8 de outubro de 2021
Evaristo Sá/AFP
O Brasil se tornou nesta sexta-feira (8) o segundo país do mundo a ultrapassar as 600 mil mortes por Covid-19 (os Estados Unidos, o primeiro a superar a marca, já passou inclusive das 700 mil vítimas da pandemia).
Sexto país mais populoso do mundo, o Brasil é 2º em óbitos causados pelo novo coronavírus, o 3º com mais casos confirmados e o 4º em doses de vacinas aplicadas. Proporcionalmente em relação à população, o país é o 8º em óbitos, o 28º em casos e o 59º em doses administradas.
Com 2,7% da população mundial, o país aplicou 3,8% de todas as doses de vacinas no planeta e tem 9,1% de todos os casos confirmados e 12,4% de todas as vítimas da Covid-19.
Pandemia no Brasil
Veja abaixo como o Brasil se compara a outros países em mortes por Covid-19, casos confirmados e vacinas aplicadas, tanto em termos absolutos quanto proporcionais (em relação à população):
VEJA TAMBÉM:
Brasil atinge 600 mil mortes por Covid com pandemia em desaceleração
Mortes por Covid despencam, mas Brasil ainda é o país com mais óbitos do mundo em 2021
Vacinação avança, e Brasil sobe para 59º no ranking proporcional de doses aplicadas
Mortes por Covid
Os países com mais mortes na pandemia
Os 10 países com mais mortes por Covid do mundo
Os países que proporcionalmente têm mais mortes por Covid
Casos confirmados
Os 10 países com mais infectados por Covid
Os países que proporcionalmente têm mais casos de Covid
Vacinas aplicadas
Os países que mais vacinaram contra Covid
Os 10 países com mais vacinas contra Covid aplicadas
Os países que proporcionalmente mais aplicaram vacinasOriginal CURIOSIDADES

" class="prev-article">Previous article

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *