Quem é o maranhense fã de Pabllo Vittar que faturou R$ 100 mil no ‘Quem quer ser um Milionário’

Advertisements


Josevando de Sousa falou ao g1 Maranhão sobre a vida, os hobbies, e brincou sobre a ida ao Domingão com Huck: 'Só queria a grana e ficar quietinho na minha. Mas to famosão'. Maranhense de Coroatá, Josevando faturou R$ 100 mil no 'Quem Quer Ser Um Milionário'
TV Globo/Arquivo Pessoal
Maranhense de Coroatá, Josevando de Sousa sempre foi muito inteligente. De família humilde, foi incentivado desde criança pelos familiares a estudar. Durante a infância e adolescência, trabalhou como garçom, office boy e também auxiliar de limpeza.
Decidido a mudar a própria realidade, saiu do Maranhão no ensino médio, onde foi estudar no Pará. Na segunda oportunidade que teve, passou em 7 universidades federais e decidiu cursar engenharia cartográfica e de agrimensura na Universidade Federal Rural da Amazônia, em Belém.
Josevando é engenheiro cartógrafo e agrimensor em Curitiba
Arquivo Pessoal
Atualmente, o maranhense é mestre em Ciências Geodésicas na Universidade Federal do Paraná em Curitiba, onde trabalha no setor privado e mora com o namorado, Claudio Guimarães.
"Sempre fui um 'aluno de destaque', na sala, na escola, mas nem em meus sonhos mais loucos eu realmente poderia imaginar quando eu era uma criança ir tão longe quanto fui (e ainda quero ir mais longe, o foco agora é o doutorado)", disse Josevando.
Josevando levou um dos maiores prêmios do programa
Arquivo pessoal
Aos 27 anos, foi essa bagagem de homem 'superdotado' que ele levou para o Domingão do Huck, onde conseguiu levar a quantia de R$ 100 mil no quadro 'Quem Quer Ser Um Milionário'. Um feito histórico.
"Eu estava na pergunta de 150 mil, se parasse sairia com 100, se errasse sairia com 50 e se acertasse iria pra 300 (ficando a duas perguntas do milhão), mas não sabia a resposta e decidi não arriscar", explicou.
Em entrevista ao G1 Maranhão, o maranhense também falou sobre hobbies e o que pretende fazer com a bolada que ganhou. De 'cara', revelou que não esperava ser chamado para participar do programa.
"Meus pais são fãs do programa e sempre falavam pra eu me inscrever, mas eu não achei que fosse ser possível. Praticamente até a data da viagem eu ainda estava achando que era uma pegadinha. Só caiu a ficha quando eles mandaram as passagens e hospedagem", disse.
Perguntado sobre seus gostos e inspirações, Josevando revelou que é particularmente um fã de Pabllo Vittar, artista que, inclusive, interage e segue ele nas redes sociais.
"Como um homem gay, ela é um grande ícone de representatividade LGBTQIA+, além do talento. Inclusive fiz questão de citá-la no palco, numa das perguntas. E maranhense também, orgulho da nossa terrinha", declarou.
Além de ouvir música, outro hobby do engenheiro é ver filmes e séries em casa, explorar a natureza, fazer trilha, ir à praia ou a parques. Com a fama inevitável que conquistou após o programa, o objetivo daqui pra frente é ser mais um exemplo positivo de vida para os brasileiros.
"Eu imaginei que daria repercussão, mas não imaginei o tamanho. Eu só queria a grana e ficar quietinho na minha hahaha. Mas tô famosão e é isso. Vou usar agora dessa plataforma pra ajudar outras pessoas e 'inspirá-las'", disse o maranhense.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *